Meu HD morreu e perdi (quase) tudo. Antes disso, tive uns problemas sérios no trabalho e fiquei muito ocupada. Antes disso, minha cunhada (a melhor pessoa que já pisou neste mundo!!) morreu de forma trágica num acidente de carro. Antes disso, minha depressão deu uma atacada forte e me deixou lesada uns dias. Essas desventuras em série acontecem comigo de tempos em tempos, sem falha, então não é incomum, para mim, fazer a pergunta: será que vale mesmo a pena eu seguir com esses projetos paralelos?

Com uma noção clara que de a vida não é fácil pra ninguém principalmente pra mim, já refleti bastante e larguei vários projetos, outros fiz questão de continuar, e assim sigo vivendo minha vidinha toda errada.

Mas e você? Tudo bem com você? Está com vontade de desistir de tudo porque nada parece que dá certo? Eu listei as três coisas que faço com frequência e sempre me ajudam a seguir em frente. São coisas simples, de sabedoria popular, mas espero sinceramente que ajudem vocês também.

Pare e pense

Vale mesmo a pena seguir em frente com seus projetos pessoais? E quando me refiro a projeto pessoal, estou falando dessa bobagem de estudar para vestibular concorrido sendo que dá para passar numa faculdade à distância de menos de 200 reais por mês com uma redaçãozinha fuleira. No meu caso, eu tenho um sonho muito forte e de muitos anos que é estudar na USP. Mas e no seu caso? Você precisa mesmo entrar nessa faculdade federal disputada? Vai fazer diferença na sua vida estudar lá? Se você não tem respostas claras para isso, talvez seja uma boa refletir um pouco mais, porque vestibular é algo que suga demais da gente, não dá para sacrificar um monte de coisa do dia a dia sendo que estamos indecisos no básico. Pense nisso.

Tenha um plano B

Os dias que fiquei sem computador poderiam ter sido maravilhosos dias de procrastinação, mas eu tenho o hábito de ler livros quando fico sem internet/energia. Sempre que não posso usar meu computador, meu plano B é ler algo. E o seu? Em vez de perder tempo fazendo vários nadas, tenha traçado na mente rotas de fugas para quando as coisas derem errado. Ir a uma biblioteca estudar, usar (para fins acadêmicos, hein!!) a internet daquele seu único amigo que não é barulhento, organizar e revisar a agenda. Enfim, coisas para se fazer quando tudo der errado e você ficar incapacitado de fazer o que precisa. Fazer nada é perder tempo e tempo é algo precioso demais para ser perdido assim.

Mantenha-se organizado

Não é porque está tudo dando errado que vamos extravasar e chutar o balde. Mesmo que as coisas deem errado o tempo todo, isso é algo que passa, por isso é importante estar pronto para dar continuidade aos projetos quando as coisas acalmarem. Sempre vai ter perdas e atrasos, não tem como evitar, não está no nosso alcance ter controle das coisas quando elas saem do controle! Mas está ao nosso alcance não perder a cabeça nesses momentos. Se manter no controle é o passo mais importante para recuperar o tempo perdido quando as coisas acalmarem e sua rotina voltar à normalidade. Então em vez de se irritar e desistir de tudo, acalme-se. Mantenha seu plano de estudo organizado, mesmo que não dê para seguir com ele durante esses dias ruins, mantenha seu lugar de estudo arrumado, seu material em ordem, enfim, essas pequenas coisas. Você vai ver a diferença que vai fazer quando o pique voltar e você for estudar de novo.

É isso. Nada muito complicado, apenas umas coisinhas que funcionam bem para mim (e podem funcionar para você também). Espero que ajude.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s