Como montar um Plano de Estudos

Num post anterior eu falei da importância de ter um esquema de estudos bem formulado e organizado. Hoje, finalmente, vou postar a primeira parte de como elaborar um plano de estudos mensal eficaz. O plano de hoje vai servir para todo o mês de maio e ao longo do mês vamos fazer umas melhoras no nosso sistema.

Não tem nenhuma novidade no esquema que vamos montar aqui. Pode notar que são dicas que levamos em toda a nossa vida escolar; aqui só está tudo aplicado ao nosso objetivo principal, que é passar num vestibular concorrido. Vamos lá?

Para começar, vamos listar as matérias e dividi-las em grupos:

fuvestejando-materias

Algumas matérias foram dividas em subgrupos apenas para facilitar a visualização do que precisa ser estudado. Sociologia e Filosofia estão listados como Atualidades porque são duas matérias imprescindíveis para a formação do pensamento crítico, e nas questões de atualidades o que pesa é justamente isso, o senso crítico do vestibulando. Claro que não vamos ver detalhes dessas matérias, mas apenas usar como ponto de partida para o estudo do que está acontecendo no mundo hoje.

Agora que sabemos o que vamos estudar, vamos organizar em grupos de duas matérias por dia ao longo da semana, totalizando 12 blocos de matérias para 6 dias de estudo. Um dia da semana vai ser a folga, não estude nada nesse dia, descansar é uma parte importante do preparo pré-vestibular. Se você tiver uma matéria em que seja absurdamente ruim, coloque-a duas vezes na semana (mas não no mesmo dia). Eu fiz isso com Química.

Vamos usar o truque de estudar uma matéria fácil e uma difícil no mesmo dia, assim como o de estudar matérias que sejam similares. O meu planejamento ficou assim:

Domingo: Literatura e História (eu acho que essas duas matérias têm tudo a ver <3).
Segunda: Gramática e Inglês.
Terça: Folga (dia sagrado, não estude na sua folga!!).
Quarta: Redação (minha melhor matéria) e Química (minha pior matéria).
Quinta: Biologia e Química (matérias que se interligam em vários pontos; também sou boa em biologia, mas química me reprovou duas vezes na escola *chora*).
Sexta: Matemática e Física.
Sábado: Atualidades.

Para não perdermos o foco, defini 3 objetivos para o blog (sim, vocês estão incluídos nessa muhahaha!): terminar de ler 1 livro, fazer 1 redação e acertar pelo menos 80% do simulado. Ao longo do mês vou pesquisar sites que oferecem simulados online e vamos marcar de fazer juntos, pode ser?

Você também tem que definir 3 objetivos pessoais; isso é importante para que você consiga visualizar os avanços nos seus estudos. Pode ser algo tipo “revisar todo o conteúdo geral de uma matéria que eu domino” ou “fazer mais de 1 redação”, o importante é que seja um objetivo real, isto é, que possa ser alcançado durante o período de 1 mês.

Para finalizar essa primeira parte, eu fiz um calendário para ajudar no seu processo de organização. É só baixar. 🙂

fuvestejando-botao

Com isso damos oficialmente o pontapé inicial aos nossos estudos. Se seguirmos com disciplina nosso planejamento, ao fim do mês já vamos ter revisado boa parte do que aprendemos no ensino médio e localizado todos os pontos que precisam ser estudados com maior empenho.

Compartilhe com seus amigos, deixe seu comentário no post, vamos trocar ideias, #VamosPassarJuntos!

 

Lista e download dos livros de leitura obrigatória da Comvest 2018/2019

A Comvest, Comissão Permanente para Vestibulares da UNICAMP, divulgou a lista oficial de leitura obrigatória para o seu vestibular de 2018 e 2019. Para deixar a vida do vestibulando bem complicada ampliar o campo de estudos do vestibulando, nas listas têm vários tipos diferentes de obras: romances, poesia, teatro, contos e sermões. Boa sorte pra nóis. Algumas obras já estavam na lista do vestibular de 2017 e tanto para o de 2018 quanto para o de 2019 há a mudança de três obras.

Abaixo listei as obras e já coloquei os links para download:

 

Comvest 2018

Poesia
Luís de Camões — Sonetos (no link tem a relação dos sonetos obrigatórios, clique aqui para baixar a obra);
Jorge de Lima — Poemas Negros.*

Contos
Clarice Lispector — Amor, do livro Laços de Família.
Guimarães Rosa — A hora e a vez de Augusto Matraga, do livro Sagarana.
Monteiro Lobato — Negrinha, do livro Negrinha.*
Machado de Assis — O espelho.

Teatro:
Dias Gomes — O bem amado.

Romance:
Aluísio Azevedo — O cortiço.
Camilo Castelo Branco — Coração, cabeça e estômago.
Érico Veríssimo — Caminhos Cruzados.*
Mia Couto — Terra Sonâmbula.

Sermões:
Antonio Vieira — Sermão de Quarta-feira de Cinza (Ano de 1672); Sermão de Quarta-feira de Cinza (Ano de 1673, aos 15 de fevereiro, dia da trasladação do mesmo Santo); Sermão de Quarta-feira de Cinza (Para a Capela Real, que se não pregou por enfermidade do autor). (Esse tem à venda no site da Editora Unicamp)

 

Comvest 2019

Poesia:
Luís de Camões — Sonetos.
Jorge de Lima, Poemas Negros.*
Ana Cristina Cesar — A teus pés.

Contos
Clarice Lispector — Amor, do livro Laços de Família.
Guimarães Rosa — A hora e a vez de Augusto Matraga, do livro Sagarana.
Machado de Assis — O espelho.

Teatro:
Dias Gomes — O bem amado.

Romance:
Camilo Castelo Branco — Coração, cabeça e estômago.
Érico Veríssimo — Caminhos Cruzados.*
José Saramago — História do Cerco de Lisboa.

Diário:
Carolina Maria de Jesus — Quarto de despejo.*

Sermões:
Antonio Vieira — Sermão de Quarta-feira de Cinza (Ano de 1672); Sermão de Quarta-feira de Cinza (Ano de 1673, aos 15 de fevereiro, dia da trasladação do mesmo Santo); Sermão de Quarta-feira de Cinza (Para a Capela Real, que se não pregou por enfermidade do autor). (Esse tem à venda no site da Editora Unicamp)

 

 

Num post anterior, listei os livros do vestibular da Fuvest 2018 e também os que dá para baixar. Alguns livros são protegidos por direitos autorais, mas tem como achar bem fácil nas livrarias e em sebos. Por outro lado, se você tiver como, tem como pegar emprestado todos esses livros em biblioteca de escola pública; eles são de distribuição obrigatória do governo federal, ou seja, é bem difícil que não tenha nas escolas públicas por aí. Marquei com asterisco (*) essas obras que são mandadas pelo governo federal para as escolas.

E aí, já começou a leitura? Será que #VamosPassarJuntos? 😉

 

Onde baixar os livros de leitura obrigatória dos vestibulares

Aqui na minha cidade a biblioteca pública fica num lugar maravilhoso, espaçoso, calmo, bonito, mas longe de doer. Fica exatamente no canto da cidade onde o vento faz a curva. Por isso estou considerando seriamente baixar os livros de leitura obrigatória da lista da Fuvest.

Uma boa parte dos livros de leitura obrigatória já estão em domínio público, o que significa que podemos baixar livremente pela internet. Sites como o da Biblioteca Nacional, o da Universidade da Amazônia e o da Biblioteca Virtual do Estudante Brasileiro (da USP) têm as obras que precisamos (e também livros em domínio público do mundo todo, como A Divina Comédia, por exemplo).

Abaixo a lista de obras do vestibular da Fuvest de 2018 com links para baixar (apenas os que estão em domínio público):

Iracema – José de Alencar;

Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis;

O cortiço – Aluísio Azevedo;

A cidade e as serras – Eça de Queirós;

Vidas secas – Graciliano Ramos;

Minha vida de menina – Helena Morley;

Claro enigma – Carlos Drummond de Andrade;

Sagarana – João Guimarães Rosa;

Mayombe – Pepetela.

No Brasil, os direitos autorais de um escritor duram 70 anos a partir de 1º de janeiro do ano seguinte à morte deste, então se você achou na internet Vidas secas, Minha vida de menina, Claro enigma, Sagarana e Mayombe (essa é angolana, mas não está em domínio público), tenha certeza de que é conteúdo protegido por direitos autorais e sua reprodução gratuita é ilegal. Nesses casos, eu prefiro comprar os livros, que geralmente são baratinhos (principalmente em sebos), ou alugar numa biblioteca.

 


Lista de livros de leitura obrigatória de outras universidades

Ainda sobre o tema, vale lembrar que já faz um tempinho que a Fuvest, a Comvest (da Unicamp) e as PUCs não fazem mais uma lista unificada de livros para leitura obrigatória. Isso significa que, enquanto a Fuvest divulga com antecedência listas válidas para três anos consecutivos, a Comvest e as PUCs divulgam suas listas apenas no ano do vestibular em questão.

É comum que a lista de livros do vestibular da Unicamp seja enorme, porém diversificada nos estilos, enquanto a PUC tenha uma lista com menos da metade. Nos últimos anos a USP incluiu na sua lista obras de escritores africanos; já a UFPR tem textos de sociologia e filosofia em sua lista; a UFBA incluía filmes até o vestibular de 2013 (não sei os mais recentes); e por aí vai.

Isso de cada federal ter sua própria lista de livros complica a vida de quem quer prestar vestibular para mais de uma instituição, mas também obriga o vestibulando a ser direto na hora de traçar seu objetivo. Como se preparar para um vestibular é algo difícil, desgastante, ter o objetivo claro logo no começo vai te ajudar a aproveitar melhor seu tempo de estudo e, por consequência, seu aproveitamento disciplinar.

Enfim, assim que as outras universidades tiverem seus livros divulgados vou fazer um novo post listando tudo aqui. Pode ser que você que está lendo não queira a USP, mas alguma federal de outro estado, mas isso não muda o fato de que #VamosPassarJuntos!

Lista de obras de leitura obrigatória para Fuvest 2018/2019

No dia 9 de março de 2016, a Pró-Reitoria de Graduação da USP aprovou a lista de obras de leitura obrigatória para a Fuvest de 2017, 2018 e 2019.

Como são 9 livros, não temos tanto tempo quanto gostaríamos de ler tudo e alguns deles são meio dificinhos, por isso listar com essa antecedência é algo muito bom para os vestibulandos. A gente pode estudar com mais calma cada obra e se preparar melhor.

Segue abaixo a lista de leitura para o vestibular deste e o do ano seguinte. A partir de abril vou publicar resenhas minhas aqui para ajudar quem tem mais dificuldade com literatura (que sempre foi minha matéria favorita), então podem cobrar!

 

FUVEST 2018

Iracema – José de Alencar;

Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis;

O cortiço – Aluísio Azevedo;

A cidade e as serras – Eça de Queirós;

Vidas secas – Graciliano Ramos;

Minha vida de menina – Helena Morley;

Claro enigma – Carlos Drummond de Andrade;

Sagarana – João Guimarães Rosa;

Mayombe – Pepetela.

FUVEST 2019

Iracema – José de Alencar;

Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis;

A relíquia – Eça de Queirós;

O cortiço – Aluísio Azevedo;

Vidas secas – Graciliano Ramos;

Minha vida de menina – Helena Morley;

Claro enigma – Carlos Drummond de Andrade;

Sagarana – João Guimarães Rosa;

Mayombe – Pepetela.

Fonte: Fuvest